Um dia em Nápoles

Nápoles é uma grande cidade, capital cultural do Sul da Itália: 3 mil anos de história, 8200 pizzarias, arquitetura com contaminação espanhola, francesa, romana, árabe e grega. Mais de 450 igrejas no perímetro do centro histórico, um monte de vielas super estreitas ricas de história e tradições onde você poderá se perder e sonhar. E alguns dos museus mais importantes da Itália. Visitar Nápoles em um único dia é impossível. Aqui nós sugerimos um par de itinerários a pé para você conhecer um pouco da sua essência.

O ponto de saída para os dois itinerários é a via Toledo, a rua cheia de lojas e restaurantes que une o bairro real de Nápoles ao centro histórico da cidade.
Chegando com a Circumvesuviana na estação Piazza Garibaldi siga as indicações para o Metrô Linha 1, suba no trem que vai em direção Piscinola e desça na parada Toledo, conhecida como a parada de metrô mais bonita da Europa.

Se você chega com um barco rápido, suba a pé pela Piazza Municipio até chegar na Galleria e início da Via Toledo.

De 3 a 6 horas: itinerário Nápoles dos Reis

Via Toledo " Palazzo Reale " Maschio Angioino

Passeando pela via Toledo você chega em uma das entradas da Galleria Umberto I: ao atravessá-la você verá o Real Teatro di San Carlo, ligado aos jardins do Palácio Real de Nápoles. Aqui você poderá notar o Maschio Angioino, o castelo símbolo de Nápoles que domina o porto (para quem chega no porto ele está bem em frente, imponente e majestoso).

Se você quer começar imediatamente a experimentar os doces maravilhosos de Nápoles você pode comprar uma sfogliatella ou um babá na "Mary", na entrada da Galleria na Via Toledo.

Piazza del Plebiscito

Agora é a hora de se perder na imensidão da praça do Plebiscito, que com os seus 25.000 metros quadrados de superfície é uma das maiores praças da Italia.
De um lado te o Palácio Real, do outro a Praça Trieste e Trento e a maravilhosa igreja de San Francesco di Paola. Em frente a igreja você nota as estátuas dos cavalos de Carlo III di Borbone e de Ferdinando I realizadas por Antonio Canova. Aqui você deve seguir a tradição e tentar atravessar a praça com olhos fechados ou vendados tentando passar pelas duas estátuas dos cavalos... uma missão quase impossível!

Reserve a sua visita ao Palácio Real com guia de áudio

Onde almoçar?

  • Street food: na área existe uma infinidade de opções. Recomendamos a pizza frita da Zia Esterina (esquina entre a Piazza Trieste e Trento e via Nardones) e a seguir um sorvete da Mennella e um café no Grambrinus.
  • Almoço com vista para o mar: siga pela via Santa Lucia até a via Partenope. Aqui você poderá encontrar o típico Vilarejo de Pescadores para um almoço a base de peixes e frutos do mar ou poderá escolheer uma das pizzarias na avenida ao lado do mar. Nós indicamos o Sorbillo Lievito Madre, na esquina da Piazza Vittoria.

Da Piazza Vittoria você pode subir pela Via Calabritto até chegar na Piazza dei Martiri, a área nobre da cidade. Então prossiga pela via Chiaia e retorne para a Piazza Plebiscito onde você poderá pegar o metrô para voltar para a estação ou ir até o porto.

De 5 a 8 horas: Antiga Nápoles

Praça Gesù Nuovo e Claustro de Santa Clara

Percorra a via Toledo na direção oposta a Piazza del Plebiscito e você chegará na Piazza Dante. Vsite a praça e depois volte um pouco para pegar a Via Cisterna dell'Olio até a Piazza del Gesù. Na praça você vai notar imediatamente o Obelisco dell'Immacolata e a fantástica fachada da Igreja Gesù Nuovo realizada com uma especial decoração em forma de ponta de diamante realizada em pedra. A poucos metros está o Mosteiro de Santa Clara, máximo exemplo de arquitetura gótica napolitana, com um claustro de majólica realmente imperdível!

San Domenico Maggiore e Cappella San Severo

Do Mosteiro de Santa Clara você pode continuar pelo Decumano Inferiore conhecido também como "Spaccanapoli, antiga estrada romana que dividia Nápoles em dois! É a rua mais animada e cheia de vida do centro histórico e a poucos passos do complexo, atrás da esquina de Vico San Domenico Maggiore tem a Cappella San Severo''', uma igreja atualmente desconsagrada que pertencia ao Príncipe de San Severo: um lugar rico de símbolos maçônicos conhecido especialmente por suas obras de arte como por exemplo o Cristo realizado por Giuseppe Sanmartino. Também esse é um lugar absolutamente imperdível!

Pausa doce ou salgada

Nesta área existem as famosas "friggitorie", estabelecimentos especializados em frituras que preparam na hora o “cuoppi” ou você pode comer uma sfogliatella no Scaturchio na Praça San Domenico Maggiore ou um chocolatinho no Gay Odin.

Piazzetta Nilo e San Gregorio Armeno

Depois da visita à Capela San Severo volte até a Piazza San Domenico Maggiore e vá até a Piazzetta Nilo. Aqui é imperdível uma parada para um café no Bar Nilo com uma foto ao lado do recipiente que guarda os fios de cabelo do jogador de futebol Diego Maradona: uma verdadeira relíquia para os napolitanos apaixonados por futebol. Depois do café você pode continuar pela San Biagio dei Librai até encontrar à sua esquerda uma das ruas mais típicas de Nápoles: San Gregorio Armeno, a famosíssima rua dos presépios. Pastores e decoração de natal com um toque de sagrado e profano estão espostos o ano inteiro: na ºepoca de natal a rua fica tão lotada que é até difícil passear!

Onde Almoçar

O final da San Gregorio Armeno coincide com o início da Via dei Tribunali: aqui ficam algumas das mais famosas pizzarias de Nápoles como por exemplo a de Gino Sorbillo. A pizza é uma das melhores de Nápoles (ao lado de Michele em Forcella), mas a fila de espera pode demorar mais de 2 horas. Nada de pânico! Na área existem outras opções e todas ótimas: para a pizza vá no Da Matteo ou no Al Presidente, já para experimentar pratos típicos napolitanos recomendamos a Trattoria La Campagnola.

Via dei Tribunali e Napoli Sotterranea

Depois do almoço você pode conhecer a Nápoles Subterrânea, um itinerário que percorre as galerias de pedra escavadas no subsolo da cidade. O roteiro termina com um verdadeiro tesouro: a visita no teatro greco-romano de Neapolis do século I a.C. onde se exibiu também o Imperador Nerone com o cetr, que você chega através de um alçapão situado embaixo da cama de uma residência particular!

Depois da visita você pode voltar a passear pela via dei Tribunali até a Via Duomo para admirar a igreja símbolo de Nápoles.

Reserve os ingressos para a Nápoles Subterrânea

A Catedral de Nápoles

Com uma sopreposição de estilos que vão do gótico puro do século XIV até o neogótico do século XIX, a Catedral de Santa Maria Assunta mais conhecida como "Duomo di Napoli" é o lugar de culto por excelência em Nápoles já que conserva a ampola que contém o sangue de San Gennaro, padroeiro da cidade. Três vezes por ano os fiéis vem até aqui ver o sangue do santo diluído, um ritual clássico na cidade.
Depois da visita da catedral você pode visitar o Museu do Tesouro de San Gennaro que expõe um patrimônio histórico, artístico e cultural que equivle ao Tesouro da Coroa da Inglaterra!
Com os olhos encantados com a beleza é hora de retornar: siga pela via Duomo até a Corso Umbero I, tire uma selfie com o fundo da famosa obra de Jorit que reproduz uma parede inteira de um jovem San Gennaro e saía pelo "Rettifilo''' (uma outra maneira como é conhecida a Corso Umberto I) onde você poderá caminhar tranquilamente a pé até a estação central ou o porto com uma caminhada de 15-20 minutos.

Em Nápoles existem alguns dos mais importantes museus da Italia: a visita requer muitas horas. É uma ótima maneira de passar um dia de chuva.

Museu Arqueológico de Nápoles - Reserve aqui
Museu Capodimonte - Reserve aqui