Uma excursão em Pesto (Paestum)

A aproximadamente 70 quilômetros ao sul da península fica Pesto (ou Paestum, em italiano), cidade fundada pelos gregos no sétimo século AC e famosa por seus templos perfeitamente conservados e recentemente declarados "Patrimônio da Humanidade" pela Unesco.

Como chegar em Pesto

A viagem de Sorrento até Pesto é bem longa, a opção mais confortável são os tours oferecidos por motoristas particulares ou com o aluguel de um carro. Quem escolhe o transporte público terá que primeiro ir até Nápoles e de lá pegar o trem. As escavações ficam a aproximadamente 15 minutos de distância a pé da estação.

Uma parada gourmet

Se você viaja de carro não deixe de parar em um dos vários produtores de queijo que você encontra pelo caminho. Esta área é famosa pela produção de ótima muçarela de búfala. Nós recomendamos o Vannulo, onde você poderá ver a criação de búfalas, comprar muçarela, almoçar no restaurante com receitas a base de búfala ou simplesmente saborear um sorvete preparado sempre com o leite de búfala.

A história de Pesto

Os templos de Pesto foram erguidos pelos antigos gregos que primeiro chegaram em Sibari (na Calábria) para depois se espalharem pelo litoral da Itália Meridional criando aquela que foi chamada de Magna Grécia. Pesto originalmente se chamava "Poseidonia" em homenagem ao deus do mar protetor dos navegadores e viveu sua época de máximo esplendor por volta de 500 a.C. Já a partir do IV século a. C a cidade começou a virar um pântano devido à areia da foz do rio "Salso" que corre ao lado dos muros da cidade. A cidade foi progressivamente abandonada pelos seus habitantes até sua desocupação definitiva entre os anos de 800 e 900 d.C.

Graças à essa desocupação os templos de Pesto restaram intactos. Sua redescoberta começou em 1700 com os viajantes do Grand Tour, mas apenas em 1907 começaram as primeiras escavações arqueológicas que foram concluídas na década de 1970.

Visite os templos de Pesto

Ingressos: 7 euros
Horário: das 08:45 até uma hora antes do entardecer

Ao entrar pela entrada principal o primeiro templo que você vai ver é o "Tempio di Cerere" que em origem era dedicado à deusa Atenas. Descendo em direção sul você passa pelo fórum, o núcleo de casas e o anfiteatro: nesta parte das escavações você poderá ter uma ideia clara de como era a vida quotidiana aqui no período romano.
O templo de Netuno (em grego Poseidon) fica na parte sul e está praticamente intacto. Ao lado tem o templo dedicado à Hera, depois transformado em basílica cristã.

Vale certamente a pena visitar também o museu onde são exibidos os achados arqueológicos encontrados na área como por exemplo o famoso afresco encontrado na Tumba do mergulhador.